Notícias

Aditamento da Oi ao plano de recuperação judicial não representa ‘default’ para credores, diz Fitch

Fonte: Valor Investe

Aditamento inclui medida para liquidar de forma antecipada sua dívida com instituições bancárias e agências de crédito à exportação, mas com um desconto de até 60% sobre o valor de face

Por Ivan Ryngelblum, Valor — São Paulo

A agência de classificação de riscos Fitch informou que o aditamento do plano de recuperação judicial, que inclui medida para liquidar de forma antecipada sua dívida com instituições bancárias e agências de crédito à exportação, mas com um desconto de até 60% sobre o valor de face dos débitos, não constitui um default, troca de dívida em situação crítica.

Segundo ela, o aditamento apresenta uma proposta de promover uma ou mais rodadas de pagamento antecipado de credores quirografários que oferecerem os respectivos créditos com a maior taxa de deságio em cada rodada realizada, no chamado leilão reverso, o que foi considerado positivo.

“Como a oferta representa uma melhora dos termos atuais de pagamento, a Fitch acredita que estas classes [de credores] tem o interesse em votar a favor do plano”, diz trecho do comunicado.

A agência avalia que o aditamento proposto pela Oi deixa mais claro a estratégia de recuperação e transformação da companhia.

A Fitch rebaixou o rating da Oi para “D”, o último degrau do índice, em junho de 2016, quando a empresa apresentou o plano de recuperação judicial. A nota da empresa não será alterada por conta por conta da proposta de aditamento.

(Esta reportagem foi publicada originalmente no Valor PRO, serviço de informações e notícias em tempo real do Valor Econômico)

0 0 vote
Article Rating
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x